Menu

Conheça os segredos de um sono reparador

outubro 29, 2012 - Bem estar, Notícias
Conheça os segredos de um sono reparador

Especialista elenca motivos que contribuem para a insônia e ensina como afastar esse inimigo

Divulgação

Dificuldades para dormir podem provocar um estado de nervosismo e dificuldade de concentração nas tarefas diárias. Quem sofre de insônia, assim como os que dormem pouco ou ainda os que são privados de sono — como mães de recém-nascidos — costumam acordar irritadas e impacientes, complicando o trabalho e o relacionamento.

Segundo a otorrinolaringologista Angela Beatriz Lana, exercícios muito intensos não devem ser praticados logo antes de dormir, pois diminuem o sono, já que o corpo leva mais tempo para desacelerar. Já a prática de atividades físicas de moderada intensidade e com regularidade ajuda a ter um sono mais profundo.

O consumo de bebidas alcoólicas também pode fazer a pessoa não dormir bem.

— Na verdade, ela pode ajudar a pessoa a iniciar o sono, mas geralmente leva a um sono fragmentado, com muitos despertares, e quando acorda, o indivíduo tem a sensação de estar ainda cansado — explica Angela.

O travesseiro e o colchão também são fatores importantes. Alérgicos devem evitar materiais de preenchimento, como penas e plumas, que pioram a rinite. É importante observar que travesseiro também tem prazo de validade. A temperatura do quarto deve ser amena, pois os extremos provocam uma maior movimentação do corpo e a sensação de sono não reparador.

A dica final da especialista é manter uma rotina: dormir e acordar nos mesmos horários, o maior número de dias possível, assegura uma boa noite de sono.

Dicas posturais

A fisioterapeuta Carolina de Oliveira detalha as dicas para manter a postura correta durante o sono para evitar problemas na coluna cervical.

— Para quem dorme de lado: é a posição mais indicada para se dormir, sendo aconselhável usar dois travesseiros: um para apoio da cabeça, e outro entre os joelhos, que devem estar semiflexionados.

— Para quem dorme de barriga para cima: utilize um travesseiro baixo ou médio para apoio da cabeça, que deve preencher o espaço entre a cervical e a nuca, para evitar a hiperflexão do pescoço. Outro travesseiro ou um rolinho pode ser usado embaixo dos joelhos, de forma que fiquem semiflexionados.

— Para quem dorme de bruços: apesar de não ser uma posição indicada para o sono, é recomendável utilizar dois travesseiros bem baixos, sendo um para apoio da cabeça e outro embaixo do abdômen, na altura da curvatura da cintura.

Fonte: Zero Hora